terça-feira, setembro 13

a velocidade mediana do homem médio atravessando a av. rio branco no dia de sol é de quatro com dois quilômetros por hora

inversamente proporcional é o ritmo do piscar dos seus cílios quando cruza à 45º a esquina da banca

um adendo à equação se faz pelo gole seco ao passar do esôfago ao duodeno, resultando em exatamente nada que servisse à digestão

a expiração alveolar total faz uma mosca mudar ligeiramente o percurso, trombando no sorvete vanilla recém expelido o que causa um grito do passante ao devorador desavisado

no clima seco setembril o ar pouco se movimentou nos arredores do número um sete sete, eliminando momentaneamente a teoria do caos e sendo sugado pelo exaustor do metrô da carioca antes que mandassem um olá qualquer

2 comentários: