quinta-feira, maio 15

entalado

tanta coisa acontecendo nesse quarto
nessa cama que não é minha
na minha cabeça, redemoinho
nada sai, tudo fica
enche, mas me esvazia

me transborda ou me cala!

Um comentário:

  1. Moça, sinceramente, sua poesia me lembra um pouco Ana Cristina César.

    (isso é um elogio)

    ResponderExcluir