sábado, março 1

Sonho

Um banho
Sem roupa
Corpo seco
A pele
Brisa fria
Arrepios
Minhas costas
Seus dedos
Macios
Deslizam
Contornam
Desenham 
Dois olhos
Quatro olhos
Fechados
Respiram
Exalam
Você 
E toda essa eternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário