sexta-feira, abril 19

Noticiário Oficial

As águas de abril fizeram estragos terríveis:
Transbordaram lagoas azuis esverdeadas,
Racharam suaves montanhas nevadas,
Encharcaram a terra vermelha.
Mas o pior estrago não pode ser visto
Nem ouvido.
- Espatifou-se em milhões de pedaços e nem sequer varreram para debaixo do tapete.

Um comentário:

  1. Sua poesia, cruel e trágica, me faz querer pôr mais rum no copo.

    ResponderExcluir