quinta-feira, agosto 16

Sentença

Um dia me condenaram por querer definir quem eu era.

No outro me conderam por estar satisfeita com que eu sou.

Me condenaram, então, por não ser exatamente como queriam.

Fui condenada, depois, por querer mudar demais.

Eu só queria saber quem deixou existirem tantos juízes nesse mundo.

__________
Achei perdido por aí.

1 + 1 + 1

O que são três anos pra quem ama de verdade?

terça-feira, julho 24

Ajuda

Explode, explode, explode, explode, exploda!
Vamos!

terça-feira, junho 26

Simplicidade

Onde está o sentido
de escrever com palavras 
complicadas?
Não vejo mais razão
em dificultar sentimentos 
simples.
Virei aliada da
discrição.
Optei pela nossa
simplicidade.
Gosto do nosso gostar
sincero.
Só quero me deliciar
com um amor
normal.
Não é tão ruim ser
comum.
Quem sabe do nosso amor
além de nós?
Para que usar
palavrasgigantes
para dizer que
amo?
Amar é algo simples,
se faz com o
coração.

__________
O mundo já é muito complicado para dificultarmos coisas simples.

segunda-feira, junho 18

vuuuuush

perguntas
perguntas
perguntas
perguntas
perguntas
perguntas.
perguntar;

respirar
chorar.

..desculpa

sábado, maio 19

Impotente


Também quero vomitar meu demônios... 
mas como?

segunda-feira, abril 30

Arquitetura me dá um frio bom na barriga!

sábado, abril 7

Blás

Odeio pensamentos enterrados que voltam à tona com a força de um hipopótamo.
Gosto de fingir que poemas a outras são pra mim.
Não gosto de ver fotos de gente querida em que eu não estou.
Adoro uma mensagem sua no meio da manhã nas aulas mais chatas.
Odeio pensar demais nas minhas amizades.
Gosto de ficar com a minha irmãzinha em casa e fingir que sou mãe dela.
Não gosto quando querem que eu haja como mãe dela.
Amo ter vinte anos e pensar ter o mundo nas mãos.
Odeio limitarem o tamanho das minhas mãos.
Não gosto disso de pensar no que as pessoas querem dizer.
Sou louca pra saber o que tudo, tudo, significa. Minha curiosidade é quase imbatível.

quarta-feira, março 14

Dia da Poesia

"Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho."
Mário Quintana

sexta-feira, fevereiro 10

Sobre agora e palavras

Sou só eu ou todas ficam meio bêbadas e deixam as coisas escapulirem da sua boca - e da caixinha onde se guarda Tudo-o-que-ninguém-precisa-saber - quando se está na TPM?

segunda-feira, fevereiro 6

Quero cortar o cabelo. de novo. puta merda que eu não consigo deixá-lo crescer.

quarta-feira, fevereiro 1

Sobre amores

Depois de Cecília Meireles e José Paulo Paes, determino, a partir de hoje, que estou em um relacionamento poeticamente sério com Mário Quintana.


Eles passarão,
eu só passarinho.

domingo, janeiro 29

Última semana

Hoje eu to muito vazia aqui sem você.

quarta-feira, janeiro 18

Releituras

Relendo os textos desse blog (lá para 2009) eu vejo, agora, como eu gostava do que eu fui. Inclusive do meu Flickr, eu adorava ser quem eu era, ou então eu fazia um esforço tão grande pra ser alguém que eu gostasse que, hoje, vejo que acabei conseguindo. Sinto saudades.
...
Não consegui mais fotografar lindas fotografias, nem escrever os meus poeminhas que eu adorava, nem me apaixonar perdidamente por alguma coisa que me deixasse inspiradíssima.
...
Um problema, mais do que uma solução - como eu sempre achei que fosse -, é que eu gosto de tudo. Amo minha faculdade, amo meus projetos, amo o que eu faço. E esse amor substitui os outros? Mas eu também amava os outros. E eu sou boa na maioria das coisas que eu faço, isso torna escolher muito difícil.
...
Queria voltar a ter aulas de literatura e ficar completamente apaixonada por todos os segredos que eram descobertos naquelas letras. A literatura é muito parecida com a arquitetura, o problema é que, até hoje, nunca me apareceu um professor de arquitetura tão bom quanto o meu de literatura. Depois de dois anos de faculdade, acho que ainda não fui alfabetizada na linguagem dos prédios. E isso é tão difícil... Agora eu entendo.
...
Parodiando Rita Lee:
Engenharia é prosa,
Arquitetura é poesia.
...
Os rebuliços da sua mente e as borboletas no estômago não param quando vocês crescem. 
...
Meu lema de vida sempre (e isso faz uns seis anos) foi "Somo quem podemos ser, os sonhos que podemos ter" (e aquele eco gritando "ENGENHEIROS!" no fundo, pra quem conhece a versão ao vivo da música).
Será que ainda dá certo isso de acreditar nos seus sonhos?
...
Odeio crescer e sentir que eu perdi todas as boas ideias que brotavam espontaneamente na minha cabeça. Não é possível que já tenha acaba o adubo...

terça-feira, janeiro 17

Mudanças

Porque eu cansei de ser a menina do chá e quero andar por aí.

sexta-feira, janeiro 6

Projeto Férias

1. Estágio remunerado, 20 16 horas semanais, ir ao Fundão nas férias. Torcer para a bolsa subir para R$550,00.
2. Intensivo de alemão, 5 vezes por semana das 8:30 às 12h, 3 semanas.
3. Aulas de pintura com aquarela, 1 vez por semana até começarem as aulas da faculdade.
4. Aulas de tênis, 2 vezes por semana (?) até eu morrer ou resolver voltar à academia/pilates.
5. Ler os livros comprados na Bienal ou acumulados  ao longo do ano. So far, so good: 3 de só-deus-sabe-quantos.
6. Organizar materiais da faculdade. Incluir: jogar fora pedaços pequeno de isopor e papel que, por mais que eu pense que sim, nunca serão utilizados; guardar folhas importantes; pastas do TATU.
7. Retirar a bendita carteira definitiva no DETRAN até dia 26/01 para não ser presa.
8. Novo template para o blog, porque eu voltei a gostar dele e já desenjoei do Photoshop e Corel Draw.
9. Fotografar! E mandar revelar o filme da Diana, enfim.
10. Viagem no Carnaval com minha galerinha da pesada. Convencer Sr. Pai antes.