quarta-feira, janeiro 20

Cadê tu?

Tatu-bola é bicho que se esconde,
que enrola em si mesmo
(pra fugir de outros sis).
É forte, forte mesmo,
da carapaça para fora;
e é fraco, molengo,
antes do umbigo.

É tatu que não tem garra,
entra na toca dos outros.
Não gosta do dia
(da luz que revela as miudezas),
e suas costas nem sempre foram grossas
(o tempo as fez impenetráveis).
Prosopopéia de gente.

__________
Alguma coisa, depois de tanto tempo.

Um comentário: