terça-feira, dezembro 2

Diga-me (quem for capaz)

Essas idéias desviradas,

Situações mal acabadas,

Sentir perdida, sem estrada,

Pensamentos em colisão,

Falta de sintonia, de concretização.


A falsa melancolia,

Misturada com pessimismo,

Um tanto de ceticismo,

Vontade de jogar uma pedra ao nada

E ouvir o barulho no chão.


Todos os sentimentos inseguros,

Tamanha ansiedade com o futuro,

Querer atacar um presidente

Para se confirmar como gente,

Uma enorme vontade de ser!


Tudo isso que remexe lá dentro

Termina quando a gente acaba de crescer?

Um comentário:

  1. Gostei da pergunta. Aliás, ela é boa demais para ser respondida da forma clichê que penso.

    ResponderExcluir